Diálogos Contemporâneos traz escritor Ignácio de Loyola Brandão ao palco do Teatro Deodoro

Ciclo de palestras iniciada em outubro tem sequência ao longo de novembro com nomes consagrados da literatura, do jornalismo e da cultura brasileira contemporânea

Secom Alagoas

A programação do projeto Diálogos Contemporâneos inicia a terceira semana de palestras, nesta segunda-feira (8), às 19h com o escritor e jornalista Ignácio de Loyola Brandão. Autor de obras premiadas e títulos consagrados como Zero (1975) e Não Verás País Nenhum (1981), o membro da Academia Brasileira de Letras sobe ao palco do Teatro Deodoro para destilar suas percepções sobre o tema: “Literatura, Pestes, Pandemias e Distopias- Ficção e Realidade”. A mediação será da professora e pesquisadora, Susana Souto, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).  

A palestra é gratuita e pode ser conferida presencialmente no Teatro Deodoro ou por meio do canal do projeto no YouTube. Os ingressos serão distribuídos a partir das 18h, pontualmente, por ordem de fila e apenas um por pessoa.

Iniciado em 18 de outubro – sempre entre segundas e quartas-feiras, às 19h, no Teatro Deodoro – e com o apoio da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal), o projeto Diálogos Contemporâneos trouxe nomes como Mary Del Priori, Xico Sá, Fabrício Carpinejar, Elisa Lucinda, Sérgio Vaz e Renato Janine Ribeiro.

Já nesta terça-feira (9), o convidado será o escritor Mário Prata, com o tema “O Envelhecimento e o Espaço Social dos que Não são Mais Jovens”, e mediação da museóloga Carmen Lúcia Dantas. Na quarta (10), a jornalista Tereza Cruvinel conversa com a colega Cíntia Ribeiro sobre “Cenários para um Mundo Pós-Pandemia – O Fim do Século XX e o Futuro que nos Espera”.

O encontro final está programado para o próximo dia 22 de novembro, com o escritor e jornalista Fernando Morais. A palestre intitulada “Guerras Culturais – Corações e Mentes em Tempos de Fake News, Negacionismo e Pós-Verdade” será mediada pela jornalista Elexsandra Morone.

Protocolos

Seguindo as orientações dos protocolos vigentes de combate à Covid-19 em Alagoas, o teatro atualmente funciona com 75% da capacidade de público. Será exigida comprovação do ciclo completo da vacinação contra a Covid-19 e obedecidas as demais ações de prevenção ao vírus como: medição de temperatura, espaçamento entre as pessoas presentes e uso de álcool em gel.

A realização é da Associação dos Amigos do Cinema e da Cultura, entidade privada sem fins lucrativos e que se dedica à difusão cultural nas áreas de literatura, cinema e música, desenvolvendo ações culturais há mais de 13 anos. O ciclo de conferências tem apoio da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, com os apoios locais da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal), Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Rádio Nova Brasil, Rádio Difusora, Educativa FM e Flor de Lis Exclusive Hotel.

Fonte: Agência Alagoas